sábado, 4 de outubro de 2014

Mercado de games no Brasil em ascensão

A Eurogamer.pt publicou recente que o Brasil é uma potência quando se fala em games na América Latina. Segundo o site Global Collect e Newzoo recolheram dados e descobriram que "o Brasil é o país com maior taxa de crescimento na venda de videojogos, desde jogos e hardware, neste ano, atingindo um volume de negócio de 1 bilhão 34 milhões  de dólares."
Isso significa que uma grande fatia do mercado latino-americano está em nossas mãos. 
A movimentação financeira aqui está 330 milhões de dólares a mais que o segundo colocado, o México, que atingiu a marca de um pouco mais de 1 bilhão e 10 milhões dólares.
Essa previsão já havia sido estimada em junho pela Newzoo baseada em dados de consumo, deixando o Brasil em 11º no ranking mundial. 
O crescimento do marcado brasileiro já não é mais novidade, visto que nos últimos anos os números sempre estiveram positivos neste sentido. Em 2012 o Sebrae divulgou que "o Brasil é o quarto maior mercado do mundo no segmento de jogos digitais, com 35 milhões de usuários. O mercado nacional de games movimentou R$ 5,3 bilhões em 2012, com crescimento de 32% em relação a 2011". 
O grande foco atualmente são os chamados social games, presentes em redes sociais, atraindo 45,2 milhões de brasileiros. Logo após os social games encontramos, empatados, consoles e PC/Mac, com 33,7 milhões de adeptos cada e smartphones com 25,8 milhões.



É um momento importante para a indústria e para o nosso país em todos os sentidos, desde o consumo até a produção desses jogos. Muito jogos e desenvolvedores nacionais estão ganhando repercussão internacional por meio de competições e feiras de jogos, mostrando que a indústria está se diversificando cada vez mais. 
Vamos ficar de olho no que há de novo no mundo dos games e esperamos que as empresas também começam a olhar o Brasil com outros objetivos, reconhecendo a importância da nossa participação no mercado e apresentado alternativas e produtos pensados para a nossa realidade. 

;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário