sábado, 22 de novembro de 2014

Gostando ou não, Call of Duty é um sucesso


Sim, meus queridos e queridas, você pode esbravejar, não gostar, criticar  e negativar, mas é preciso admitir o sucesso que a franquia Call of Duty fez nos últimos anos e como ela impactou a indústria como um todo. 
Recentemente a Activision anunciou que a franquia já arrecadou mais de 10 bilhões de dólares em vendas desde o lançamento do primeiro título, em 2003. Os executivos da Activion também fizeram uma declaração sobre as vendas de 2014 que nos fazem perceber o tamanho do sucesso: "Call of Duty: Advanced Warfare" é o maior lançamento do entretenimento mundial em termos de receita. Isso significa que nenhuma outra mídia de entretenimento vendeu tanto no lançamento, entre todos os livros, discos e filmes lançados este ano.
A franquia de FPS já foi ambientada na Segunda Guerra Mundial, na Guerra Fria e em cenários futuristas. O jogo começou no PC e se expandiu para outras plataformas, inclusive portáteis e celulares. Somadas todas as versões de jogos lançados pela da franquia, em diversas plataformas, há cerca de 30 títulos no mercado. Há muito elementos históricos presentes na história de Call of Duty, mas esse não é o primeiro fator que atrai mais público ou justifica seu sucesso.
Um dos principais investimentos da franquia sempre foram em proporcionar experiências marcantes e elementos realistas, com gráficos cada vez mais apurados para alcançar esse fim. O gameplay evolui consideravelmente, mantendo a luta entre esquadrões, mas incluindo novas ambientações, armas e divisões de classes no multiplayer. 
Ao que parece os fãs receberam bem o novo jogo da série, "Advanced Warfare" e a Activision pode se redimir um pouco dos erros cometidos com o seu predecessor, "Ghosts".
A série não foi o primeiro jogo do gênero a fazer sucesso. Na época em que foi lançado seu concorrente direto era o já conhecido entre os jogadores Medal of Honor. A franquia também  nunca se propôs a trazer inovações, mas conseguiu uma combinação de elementos que formaram uma geração inteira não só em um jogo, mas em um gênero, enquadrando uma forma de jogar e aproveitou para se expandir para todas as plataformas possíveis. 
O investimento justifica parte do sucesso e formar uma geração neste estilo também. Isso foi um grande impacto para a indústria como um todo, pois as vendas atraentes levam cada vez mais investimento para jogos do gênero. "Em time que está ganhando não se mexe" nunca fez tanto sentido.
Os jogos e o gênero estão longe de ser meu estilo preferido, mas reconheço que cada vez mais jovens se apaixonam por jogos nesse estilo e pela franquia e espero que cada vez mais elementos interessantes sejam agregados ao jogo e que possam deixar a experiência mais interessante, quem sabe até inovando e mostrando formas diferentes de se fazer um FPS. 

;)  

2 comentários:

  1. Pessoalmente, gostei bastante... Pegou as melhores mecânicas do TitanFall, tirou os mechas, e manteve a agilidade absurda dos deathmatches...

    ResponderExcluir
  2. Ainda me surpreendo com essa agilidade nas partidas de CoD. Vou deixar a campanha pra depois,quando não tiver net, então não posso avaliar.
    Mas o multi por si só já é um grande motivo pra comprar esse jogo.

    ResponderExcluir