terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Final Fight 3 - Analise

Introdução
Produzido por Tokuro Fujiwara e pulicado pela Capcom, Final Fight 3 foi lançado em 1995 para Snes, conhecido no Japão como Final  Fight: Resistance é o quinto título da série beat 'em up.




Personagens:

Neste episódio o Ninja Bushin Guy continua como um dos centros do título, sendo o equilibrio entre agilidade e força.
Mike Haggar volta com visual renovado, trancinha e a imponência de um bom lutador wrestling, representando a força em massa e o combate a curta distância e por meio de agarrões.
Lucia é a nova integrante do time, uma policial com experiência de sobra em artes marciais e foco maior na agilidade.
Dean outro integrante novo e curioso, que luta vorazmente utilizando de eletricidade em suas técnicas de combate a curta distância unindo agilidade, força com seus fatores extras.

História
A história se passa algum tempo após a batalha contra a gangue Mad Gear em Final Fight 2. Com o fim da Mad Gear, outras gangues causaram confusão em Metro City e os arruaceiros da Skull Cross Gang tomaram o domínio do território.
Após se tornarem os maiorais os Skull ultrapassaram os limites da lógica e explodiram uma bomba no centro da cidade, causando um motim e libertando seu líder Marshal Black da prisão. Acompanhado de Lucia, Dean e Guy, Haggar toma a frente para impedir que a gangue cause problemas maiores a Metro City.

Jogabilidade
Mantendo a formula do sucesso, final fight 3 se baseia no estilo adotado por final fight e final fight 2. No entanto alguns pontos críticos foram adicionados tornando os combates menos repetitivos, contando com sequencias de golpes em pé, sequencias alternadas em movimento, ataques especiais que consomem energia, já visto em outros games da série e a adição do glorioso fator "SUPER".
A barra do "Super" é acumulada a cada desfecho de golpes em seu adversário, após chegar ao limite a barra se modela com a palavra "SUPER" e você pode executar o comando único de cada personagem.

O modo cooperativo entre dois jogadores funciona de modo propicio a diversão mutua, no entanto vale lembrar que no meio de tanta gente batendo e apanhando, sempre esteja atento ao fato de que você pode acertar o seu companheiro. No entanto este modo não permite que 2 jogadores escolham o mesmo personagem.

Curiosidades
Dean - Usa poderes elétricos em seus golpes, porém a própria capcom mencionou que ele não é um ciborgue ou coisa semelhante, os poderes elétricos são devidos as manoplas energizadas que Dean calça em suas mãos.
Guy - Em Final Fight 3 tem uma espécie de hadouken, onde pode se ver claramente chamas saindo de sua mão, diferenças entre este golpe e o hadouken, é o simples fato do ninja bushin usar simplesmente uma mão e o ataque ser de médio alcance. O ataque misterioso de Guy não foi mantido em suas aparições recentes na franquia Street Fighter.

Vale a pena apertar o Start?
Com toda certeza vale a pena apertar o Start e conferir como o título foi feito para o Super Nintendo, com gráficos bonitos, jogabilidade precisa, dificuldade mediana e muita diversão. Para os fãs de beat 'em up FF3 é um prato cheio, já para os fãs de Street Fighter, se torna bacana ver de onde vários personagens do jogo atual foram importados.

Conclusão
Final Fight 3 trouxe a geração do Super Nintendo a continuação da franquia consagrada nos Arcades, o sistema outrora simples, foi modelado para ser menos repetitivo, tornando variável o modo como o jogador começa e termina uma sequência de golpes.

O enredo é simples e funciona como um bom pano de fundo, porém não é uma história chamativa, o titulo se consagra pela diversão proporcionada de forma exponencial.


E pra finalizar de maneira bacana, um cosplay ambientado de Final Fight com Clarence Lim como Guy.




Nenhum comentário:

Postar um comentário