sábado, 13 de dezembro de 2014

Video Games Live 2014 e música nos games



A décima edição da VGL, nona aqui no Brasil, aconteceu no dia 07 de dezembro, em São Paulo, reunindo diversos fãs a admiradores de OST de games. Para quem não conhece a Video Games Live é um evento que percorre o mundo anualmente unindo games e música. Com uma experiência bastante imersiva, a VGL trás orquestra sinfônica, coro, solistas, vídeos divertidíssimos e exclusivos e excelente seleção de músicas de games para serem realizadas ao vivo. Idealizador e apresentador da VGL, o compositor Tommy Tallarico já trabalhou em diversos projetos, como Earthworm Jim e Prince of Persia.

O show ganha cada vez mais popularidade a cada ano, os ingressos esgotam muito rápido e o evento está muito disputado! Em anos anteriores ele já aconteceu em outras cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Brasília. Nela ainda acontecem concurso de cosplay e premiações na área, incentivando desenvolvedores e dando outro foco para a esse quesito.
Afinal, o que há de tão atrativo em um show que não reúne o meu artista favorito e sim um monte de músicas de jogos? 
Bom, só ouvindo um pouco para saber como é essa experiência. Vejam um esse vídeo promocional do evento, feito em 2010.



Caso você seja um apreciador de trilha sonora, vai gostar muito da experiência e se ainda por cima você curtir jogos eletrônicos, vai tornar-se fã de carteirinha do evento. Os efeitos cenográficos e de iluminação conseguem deixar o show com a emoção certa, ainda mais quando você vê na tela um clássico da sua infância acompanhado daquela música inesquecível! *-* Confesso, não tem como não se emocionar com algo assim:



O vídeo não é capaz de mostrar nem um décimo do que é estar lá e ver tudo isso ao vivo, e mesmo, assim já é fascinante! 
A ascensão que o evento tem ao redor do mundo demonstra a importância da OST de um game, reunindo cada vez mais apreciadores. Diversas premiações de jogos analisam a trilha sonora desenvolvida nos jogos, criando categorias específicas para premiar o trabalho musical realizado nos games. Os estúdios estão cada vez mais preocupados com as músicas que serão desenvolvidas em seus jogos. Não que elas não eram bem feitas, pelo contrário! Isso só evidencia o quanto esse quesito mudou e evoluiu com o tempo, assim como gráficos, mas ainda é pouco discutido seu alcance. 
Estamos em uma sociedade altamente visual. A visão é o sentido humano que mais é estimulado em diversos espaços sociais, em especial o de entretenimento, por isso a ênfase constante nos gráficos. Entretanto, o som e a trilha sonora nos games evoluiu tanto quanto, aumentando ainda mais a qualidade do que é apresentado aos fãs. As antigas limitações nas plataformas não impediam que fossem construídas trilhas fascinantes e hoje em dia a superação de muitas dessas limitações só vieram acrescentar mais sensações e compor um quadro de interação muito imersivo. 
Apesar de estarmos diante dessa sociedade altamente visual, a audição nos aproxima de sensação incríveis, como o medo, a ansiedade, a alegria, a tristeza e muitas vezes de forma mais eficaz que o estímulo visual, invadindo nossa memória e não saindo mais. Depois de longos anos, ouvir determinada música nos remeterá a pessoas, fatos e, claro, games. Também há música em abundância em nosso cotidiano e, em diversas situações, elas se tornam mais marcantes que outros aspectos. Em um jogo eletrônico, por exemplo, ela pode ser mais inesquecível que a história em que a trama se desenrola. 
Existem diversas trilhas cativantes no mundo dos jogos e boas OSTs ainda são e continuarão sendo um dos quesitos mais marcantes nos games. 

;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário